News
Loading...

Lidoka do grupo As Frenéticas morre no Rio de Janeiro

A cantora que lutava contra um câncer há alguns anos, faleceu na casa em que morava, na  zona sul do Rio de Janeiro

As Frenéticas - Ao fundo, Lidoka com o braço erguido ( Foto: Facebook)

Aos 66 anos, morreu na noite desta sexta-feira (22) a cantora Maria Lídia Martuscelli, a Lidoka do grupo "As Frenéticas", que fez sucesso anos 1970 e 1980, com sucessos como "Dancin' Days". Ela faleceu aos 66 anos.

O filho da cantora, Igor Martuscelli Machado, comunicou o falecimento por meio da página oficial da mãe no Facebook: "Informo a todos que minha mãe, a eterna Frenética, voou há duas horas. Agora irá curtir as energias do céu! Que sorte tive em poder me despedir, aceitar e entender sua ida. Agradeço muito a todos, vocês ajudaram muito a seu espírito subir com paz. Foi super tranquilo, em paz. Como um passarinho, palavras do enfermeiro que estava acompanhando ela".

Foto: Reprodução

Ex-companheira de grupo, a cantora Leiloca Neves lamentou a morte da amiga. "Lidoka, taurina, guerreira, divertida, sua luta não foi em vão. Agora acabaram-se as limitações e você pode voar. Muita Paz e muita Luz, minha querida. A tristeza pra quem fica é muito grande, mas o que nos consola é que você agora está liberta. Todo o nosso amor, sempre".

Lidoka foi homenageada pela cantora Angela Ro Ro: "Lidoka amada! Simboliza a Força da Mulher em sua Alegria e Amor! Querida amiga pela eternidade em Paz!", disse ela ao publicar um vídeo do sucesso "Dancin' Days".
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário