News
Loading...

Dica de filme: Agora e Para Sempre

Por Pâmela Araújo

Agora e Para Sempre (Now is Good) é um filme britânico, de 2012 que infelizmente, não fez muito sucesso aqui pelo Brasil (o filme não estreou no cinema, foi direto para as locadoras). Mas sinceramente, se houvessem feito uma bela de uma propaganda com o filme, com certeza seria sucesso.


Estrelado pela Dakota Fanning (nossa eterna Volturi da saga Crepúsculo, que sempre dizia "pain" rsrs) que interpreta Tessa Scott e Jeremy Irvine (protagonista no filme "Cavalo de Guerra" [ou não, porque o cavalo era o principal haha] e aliás foi por causa desse filme que eu me apaixonei por cavalos, o filme é lindo, assistam) como Adam. Ainda temos a diva Kaya Scodelario (a Effie da série Skins, e a amada/odiada Teresa de Maze Runner) que é a melhor amiga de Tessa.

O filme retrata a história de Tessa, uma adolescente de 17 anos que sofre de Leucemia e está em estado terminal. Ela decidiu parar com o tratamento, pois o tratamento iria prolongar o seu tempo de vida, mas não poderia curá-la. Ela tem uma lista de coisas que ela deseja fazer antes de morrer, alguns bem bizarros, como por exemplo, virar uma criminosa, se drogar e perder a virgindade.

Os pais de Tessa são separados, e os dois lidam diferente com a doença da filha, o pai é super-protetor e preocupado, já a mãe é ausente, não é bem informada sobre a saúde de Tessa, é meio desligadona. E pra completar, ela tem um irmãozinho pra lá de fofo, que não mede muito as palavras ao falar da saúde da irmã, acaba dando umas bolas fora, mas ok né? É criança, rsrs.

Tudo muda, quando ela conhece o Adam, seu lindo vizinho. E aí não preciso nem dizer que eles vivem um amor intenso, porque isso é meio que óbvio.

Mas você que não gosta muito de filmes românticos, relaxa. O filme não é só sobre romance, e  é por isso que eu gostei muito dele. Agora e Para Sempre aborda muito a questão da vida, de se aproveitar já que a vida é curta, de viver intensamente, amar intensamente, afinal não se sabe o dia de amanhã, nunca sabemos quando iremos morrer, e o filme me fez refletir muito, e lendo outros comentários sobre ele, não foi só eu. 

O interessante é que Tessa a princípio não tem uma boa relação com a sua família, ela faz o tipo adolescente rebelde, revoltada com toda a situação da leucemia, mas com o desenrolar da história, as coisas mudam, o que promete cenas bem emocionantes dela com o pai, a mãe e seu irmão.

A trilha sonora do filme é incrível, especialmente "I Know You Care" da Ellie Gouding, pois expressa bem todo o sentimento do filme. O cenário é perfeito e as falas causam grande impacto no emocional (meus olhos que o digam, rsrsrs).

Se você gostou de A Culpa das Estrelas, com certeza irá gostar de Agora e Para Sempre, eu particularmente ao terminar de assistir, fiquei me questionando qual eu  gostei mais, porque os dois retratam essa questão de câncer, romance e família. Mas sinceramente, eu amei Agora e Para Sempre, pois todas as cenas foram muito bem trabalhadas, os diálogos, não é algo superficial, parece de fato com algo que a gente vê no cotidiano.

Agora e Para Sempre entrou pra minha lista de favoritos, super recomendo. Se você decidir assistir, prepare os lencinhos e o seu emocional, rsrs. Vale a pena!

Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário