News
Loading...

FEMININE HI-FI realiza apresentação no próximo domingo

Evento liderado apenas por mulheres acontece em São Paulo no dia 18/09 para comemorar o Mês da Cultura Independente

Foto: Divulgação

Acontece no próximo domingo (18/09) na cidade de São Paulo, o FEMININE HI-FI. Cerca de quinze mulheres se revezaram em oito horas diretas de música jamaicana no vinil. No som: Sound Sisters, Rude Sistah, Nana Dub Ises, Lioness Venturah, Lovesteady, I-Pisces e Deborah aka Caiçara. Já no microfone: Sistah Chilli, I-Sarana, Alice Marques, Laylah, Dai Steady, Mis Ivy e Lanna Rodrigues.

FEMININE HI-FI é união feminina, é energia que flui junta e que se multiplica junta por meio da música e da mensagem contida nas canções. É o mergulho nas ondas sonoras da música jamaicana sob a ótica feminina. 

Em uma iniciativa pioneira na capital paulista quando o assunto é reggae, nasceu o coletivo/projeto Feminine Hi-Fi. O pioneirismo nesse caso se deve ao fato da presença feminina massiva nas seleções propostas pelo FH-F no cenário reggae / sound system de SP, que conta com a maioria masculina, e no qual as mulheres vêm há anos trabalhando consistentemente para abrir seu espaço.

Sessões de reggae capitaneadas apenas por mulheres

A escolha musical nos eventos do Feminine Hi-Fi passa por todas as eras sonoras da Jamaica, com seleção feita 100% em discos de vinil, todos vindos das coleções pessoais das seletoras. As canções são interpretadas pelas singjays de uma forma única, em cima das bases - ou riddins - dos próprios vinis, no lado B dos chamados “tunes”, ou singles. 

O projeto recebe trimestralmente diversas convidadas de maneira alternada, buscando dar espaço não apenas para quem já atua nesse cenário há algum tempo, como também - e principalmente - para quem começa a dar seus primeiros passos, estimulando a união e o crescimento. Nas duas primeiras edições, reuniram mais de 15 mulheres em cada line-up, focando na importância da presença ômega massiva nas sessões. 

O objetivo principal do evento é mostrar a presença, a força, a importância e o percurso da mulher nas manifestações artísticas, sobretudo na música, levando ao público a expressão feminina nos toca-discos, no reggae, e compartilhando diversão e cultura para todas as idades. 

Realização: Mês da Cultura Independente / Prefeitura de São Paulo /Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo
Apoio: Subprefeitura Casa Verde

Serviço
Local: Praça Menino Jesus, Bairro do Limão (Rua Padre Moura, São Paulo)
Horário: 14h às 22h 
Valor: Gratuito
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário