News
Loading...

Turismo que vale ouro!

Rio2016 bate recorde em turismo e mostra que a cidade esta preparada para receber turistas de braços abertos

Por Camila Moreira

Rio de Janeiro, cidade maravilhosa: um dos destinos brasileiros mais disputados pelos turistas sediou em agosto e setembro os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, eventos que mostraram um pouco da nossa beleza para mais de 5 bilhões de pessoas ao redor do mundo.

Foto: Divulgação

Para atrair visitantes, o governo brasileiro optou por criar, por tempo limitado, uma política de isenção de vistos para os australianos, norte-americanos e japoneses. Esta iniciativa surtiu efeito e o número de turistas superou as estimativas dos órgãos oficiais, foram ao total 541 mil estrangeiros no período olímpico e 243 mil durante a Paralimpíada.

Investimento

Com a vinda de tantos turistas, os órgãos de turismos investiram 12 bilhões de reais no setor hoteleiro, resultando em 70 novos hotéis, que geraram 10 mil empregos diretos e mais de 30 mil indiretos, mas será que este cenário se manterá após os grandes eventos?

Alexandre Lima, que mora no Rio a alguns anos, destaca algumas mudanças feitas na cidade “A cidade pipocava de obras e afetou drasticamente o trânsito - as obras claramente queriam tirar os carros do centro, dando preferência ao transporte público (com ênfase no VLT) e aos pedestres - eu, como nunca tive carro aqui, gostei bastante; opinião não compartilhada pelos taxistas da cidade, por exemplo.”.

A cidade ainda recebe, proporcionalmente, poucos turistas estrangeiros, em relação a outras cidades turísticas. No ano de 2015 foram 6,3 milhões, número 80% maior se pensarmos em 10 anos atrás, onde havia a entrada de 5 mil turistas, mas 1,9% menor que 2014, ano em que foi realizada a Copa do Mundo, que concentrou pouco mais de 6,4 milhões.

Para o secretário do turismo do Rio de Janeiro, Antônio Pedro Figueira de Mello, ainda há muito que comemorar “Foram sete anos de preparação, dedicação e empenho para fazermos da Rio2016 uma experiência enriquecedora e inesquecível para o turista. Estamos muito felizes com o resultado de forma geral e ainda mais motivados para os demais eventos que teremos pela frente.”

Turistas

Um dos intuitos da Prefeitura do Rio de Janeiro junto com os órgãos de turismo estaduais era usar os Jogos olímpicos para promover os pontos turísticos da cidade, se for analisado dados de pesquisas disponibilizadas pela EMBRATUR e Riotur a missão foi cumprida com sucesso.

Somente no mês de agosto foram 1,17 milhão de turistas na cidade carioca, sendo que 760 mil eram visitantes brasileiros e 410 mil eram estrangeiros. Os locais que mais mandaram turistas foram, do exterior, Estados Unidos (17%), Argentina, (12%) e Alemanha (7%). Já os turistas Brasileiros saíram principalmente de São Paulo (43%), Rio Grande do Sul (9%) e Minas Gerais (7%).

A Sorocabana Bruna Muraro participou dos jogos olímpicos como voluntária e se surpreendeu com a cidade. “Eu sempre tive vontade de conhecer o Rio de Janeiro e ao contrario da maioria, não estava com receio de ir. Eu realmente achava que a cidade iria me surpreender. Os cariocas são muito receptivos e tem uma energia maravilhosa. Eu voltaria toda semana se fosse possível.”.

Durante o período olímpico Bruna trabalhou na Arena Carioca 2, onde ocorreram competições de Judô e luta Greco Romana, esportes que ela e muitos brasileiros tinham pouco contato, mas muitos estrangeiros foram prestigiar, “O contato com o publico foi intenso, um aprendizado diário, principalmente pela quantidade de pessoas de outras culturas que você conhece, a Luta Greco Romana tem pouca tradição no Brasil, então a maioria do publico era estrangeiro. Foi como se o mundo todo estivesse lá.

Alexandre Lima afirma que no período olímpico rolou muita festa, “em qualquer lugar da cidade que você estivesse o povo estava comemorando, nos bares, nos restaurantes, botecos, só passavam os jogos. As noites da lapa, que é onde eu moro, nunca foram tão animadas e cheias”. 

Pontos negativos

Que as olimpíadas foram um sucesso de publico não há como negar, mas, alguns pontos fazem os turistas, principalmente os brasileiros, pensarem duas vezes para uma possível volta ao Rio de Janeiro. Há muito já se sabe que a cidade figura na lista das cidades mais caras do mundo, mas, os Jogos olimpicos escancaram isto ainda mais.

Os valores dos hotéis cariocas sofreram uma supervalorização nos últimos anos por conta dos vários eventos que a cidade vem recebendo, a cidade tem diárias na média de R$350,00 a R$400,00 nos seus principais hotéis, preço que ficaram estratosféricos durante a Rio2016, hotéis que se localizam longe dos centros turísticos subiram as suas diárias para R$1,2 mil e aqueles que ficam em locais estratégicos da cidade chegavam a ter diárias de R$ 3,000,00.

Muitos brasileiros não contavam com a alta das diárias e preferiram vender seus ingressos dos jogos. Já os turistas estrangeiros preferiram outras opções fora os hotéis: 25% optaram por imóveis alugados através de aplicativos como, por exemplo, o Airbnb.

Outro quesito muito criticado pelos turistas foram os preços de alimentos praticados em pontos turísticos e nos locais de provas: foram 50,8% de avaliação negativa por parte dos brasileiros e 42,4% por parte do público de fora. Era possível encontrar água de 500 ml a R$ 8, salada de 300g a R$ 20, mini pizza a R$ 15. Havia um restaurante em área exclusiva para credenciados olímpicos onde o buffet self-service custava R$ 98. A aventura olímpica, de fato, custou caro!
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário