News
Loading...

Raphael Montes convida para um Jantar Secreto

Por Lucas Damasio

Novembro também tem lançamento nacional de uma das mais jovens estrelas em acessão da literatura policial brasileira. O carioca Raphael Montes anunciou o seu quarto livro, sob o título de “Jantar Secreto”, que sai pela editora Companhia das Letras.


O novo livro contará a história de três amigos que foram para o Rio de Janeiro fazer universidade e se encontravam em dificuldade financeira. Um dos amigos fazia o curso de ciência da computação, outro cursava medicina e o terceiro, gastronomia. Em meio à trama de cada personagem, surge uma ideia que faz os amigos embolsar muito dinheiro: por meio da internet, eles convidam as pessoas até a casa onde moram para vivenciarem experiências gastronômicas diferenciadas.

Conhecendo o estilo de trama sem travas e avassalador do escritor, quando o assunto é explorar a maldade e a loucura de seus personagens, pode-se imaginar o que aguardará os leitores nas páginas da nova obra.

Em “Os Suicidas” (Selo Benvirá da editora Saraiva – 2012), primeiro livro do autor, ele explora o lado obscuro de nove adolescentes que decidiram ir para o porão de uma casa com uma Magnum 608 com objetivo de tirarem a própria vida. O medo e o terror psicológico que desenha cada personagem torna evidente o interesse do autor pelo lado sombrio das pessoas, alicerce que sustenta a narrativa enquanto o leitor vai desvendado o mistério que existe por trás do suicídio coletivo.

Em sua segunda publicação, “Dias Perfeitos” (Companhia das Letras – 2014), Raphael ainda foca na maldade que habita em cada pessoa, contando uma história de amor obsessivo através dos olhos e do julgamento de um psicopata, em uma narrativa violenta, com diálogos ágeis e muito suspense.

Em “O Vilareijo” (Suma das Letras – 2015), Montes explora a loucura como a fonte do terror que rasga cada página do livro. Além de uma escrita visceral e histórias horripilantes, o livro conta com ilustrações que ajudam a ambientar ainda mais a escrita precisa e instigante do autor.


Um fato interessante que ocorre, quando acompanhado a trajetória de Raphael Montes, é a movimentação que o autor tem conseguido gerar nos debates sobre literatura de gênero no país, em especial, na literatura policial. Com um repertório enorme e diálogos sobre a importância de uma literatura de entretenimento que tenha outras camadas que possibilite reflexões mais profundas, ele tem conseguido trazer um novo frescor para o mercado editorial nacional.
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário