News
Loading...

Representatividade negra no Oscar 2017

Por colaboradora: Mariana Felix

Parece que este vai ser um Oscar marcado pela representatividade negra no cinema. Desde 2015 a questão tem sido discutida entre a comunidade negra, e em 2016 a hashtag #OscarStillSoWhite (em tradução livre, Oscar ainda muito branco) ganhou força nas redes sociais após a premiação carecer de indicações a negros.

Foto: Divulgação

Parece que tanta pressão sob a Academia deu certo e neste ano o cenário mudou completamente. A começar pela indicação inédita de três atrizes negras em uma única categoria. Disputando a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante estão Octavia Spencer, que protagonizou uma cientista em Estrelas Além do Tempo (ela já levou a estatueta em 2012, na mesma categoria, por sua atuação em Histórias Cruzadas); Naomie Harris pelo aclamado Moonlight; e Viola Davis, - que está fazendo história como a primeira mulher negra a ser indica três vezes ao Oscar - por seu papel em Cercas. Elas estão na disputa junto com Michelle Rodrigues, por sua atuação em Manchester à Beira Mar, e Nicole Kidman por seu papel em Lion: uma Jornada para Casa.

Na categoria Melhor Filme podemos ver mais representatividade com o longa Cercas estrelado e dirigido por Denzel Washington, que também concorre na categoria Melhor Ator. Estrelas Além do Tempo está indicado na mesma categoria e conta como um time de mulheres negras revolucionou a NASA desafiando preconceitos e entrando para a história por ajudarem os EUA na corrida espacial contra a antiga URSS. 

Moonlight: Sob a Luz do Luar, que está concorrendo também na categoria Melhor Filme, conta a história dos problemas raciais e sexuais enfrentados por um jovem da periferia de Miami. O longa tem como diretor Berry Jenkins, um negro que está concorrendo na categoria Melhor Diretor. Além dele, Mahershala Ali, também negro, está disputando na categoria Melhor Ator Coadjuvante, e Joi McMillon é primeira mulher negra a receber uma indicação na categoria Melhor Edição.

Entre as indicações a Melhor Atriz está a aclamada Ruth Negga, que estrelou no filme Loving e tem sido muito elogiada pela crítica por sua atuação impecável. O filme conta a história real de uma decisão da Suprema Corte americana, na década de 60, que proibiu casamentos interraciais.

Na categoria de Melhor Documentário, 13th, que retrata desde a escravidão até prisões em massa de negros dos EUA, está indicado. A direção ficou por conta de Ava Duvernay, uma aclamada diretora negra.

Com tantas indicações a negros, vai ser difícil não vermos elogios à Academia por finalmente dar oportunidades iguais para todos, afinal, como disse Viola Davis, "a única coisa que diferencia as pessoas negras de qualquer outra pessoa é a oportunidade".

Confira todas as indicações por categoria:

MELHOR FILME
Moonlight: Sob a luz do luar
Estrelas Além do Tempo
Cercas

MELHOR ATRIZ
Ruth Negga, Loving

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Mahershala Ali, Moonlight: Sob a luz do luar

MELHOR DIRETOR
Barry Jenkins, Moonlight: Sob a luz do luar

MELHOR ATOR
Denzel Washington, Fences

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Viola Davis, Fences
Naomie Harris, Moonlight
Octavia Spencer, Estrelas Além do Tempo

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Cercas

MELHOR DOCUMENTÁRIO
13th, Ava Duvernay

MELHOR EDIÇÃO
Moonlight: Sob a luz do luar, Joi McMillon
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário