News
Loading...

Resenha: Liga da Justiça Sombria

Por colaborador Jurandir Vicari

Se a MARVEL arrasa nas telonas, não podemos dizer o mesmo nas telinhas. As series DC estão aí para provar isso. Supergirl, Arrow,The Flash e  DC's Legends of Tomorrow a cada dia conquistam mais fãs.  Além disso temos as animações. E confesso que sou fã desde Superamigos. Sim eu sou "velho". E é um grande prazer falar de Liga da Justiça Sombria

Divulgação

Lançado mundialmente dia 24 de janeiro de 2017, o longa apresenta os heróis que amamos em uma estória bem “adulta” enfrentando ameaças sobrenaturais, onde a força do Superman não é suficiente, logo entra em cena personagens ligados ao misticismo como: John Constantine, o poderoso demonologista criado pela lenda, Alan Moore, que criou um anti-herói com a aparência do Sting, que pulou das HQs, chamada Hellblazer para as telonas sendo interpretado pelo Keanu Reeves, depois para a série de TV; Zatanna, a poderosa feiticeira que invoca as mais poderosas mágicas as falando ao contrário; Desafiador, o trapezista fantasma; Etrigan, o demônio que rima;  Orquídea Negra; Monstro do Pântano, um dos personagens mais poderosos que é a personificação da natureza; e finalizando a equipe, Batman.


Bem, Batman é ele mesmo e dispensa apresentações, que unidos tentam salvar o mundo de hordas de demônios, feiticeiros malévolos e outras ameaças ocultas. Uma pena não explorar todo o poder da Zatanna, e ela aparecer mais como uma “mocinha em perigo” em vez da poderosa mágica que ela é.
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário