News
Loading...

Boteco da Diversidade traz leituras artísticas sobre o feminismo

O Sesc Pompeia recebe, no dia 4 de março,  a segunda edição do Boteco da Diversidade – projeto que tem como objetivo debater e ampliar a visibilidade de temas relacionados à diversidade cultural e à defesa dos direitos humanos. Neste encontro, no mês do dia internacional de luta pelos direitos das mulheres (8/3), o público é convidado a participar de uma série de atividades que busca abordar as várias realidades do ser mulher no Brasil, assim como abranger aspectos quanto à relevância do combate ao machismo e seus reflexos na arte.

Foto: Divulgação

Em um clima descontraído, diferentes intervenções artísticas encontram o diálogo político sobre a pluralidade do feminismo, movimento que historicamente abarca muitas ideias, coletivos e reivindicações. O Boteco de março conta com a curadoria compartilhada entre o Sesc Pompeia e a escritora Clara Averbuck.

“Analisando a história, fica cristalino que a produção de mulheres, seja artística, científica, política ou de qualquer outra natureza é repleta de exclusão, invisibilidade, opressão e exploração, em todas as épocas, em todos os lugares. Mas também teve, e tem, resistência e luta por direitos e por voz. Nos últimos anos, o movimento feminista cresceu em todo o mundo. Muito por causa das redes sociais, muitas mulheres passaram a conversar entre si e descobrir que suas histórias, ainda que com particularidades, perpassavam por questões semelhantes”, aponta Clara.

Nesse sentido, ações culturais que enalteçam pensamentos feministas tem ganhado grande importância nas agendas da cidade e nos debates sobre como colocarmos em maior evidência trabalhos artísticos construídos e direcionados a mulheres. O Boteco, então, se apresenta como um convite e catalisador de processos criativos e ideias que busquem a democratização do acesso à arte e ao conhecimento, advindos de variadas formas de combate ao machismo (nesta edição) e ao preconceito (em futuras edições).

A edição deste mês conta com a participação performática questionadora das artistas: Carla Borba, Maíra Vaz Valente, Beatriz Cruz, Carina Dias, Charlene Bicalho, Lucienne Guedes Fahrer e Carolina Bianchi.

Mel Duarte, poeta, slammer, produtora cultural e videomaker, comanda o evento como Mestre de Cerimônias. Com dez anos de carreira e dois livros publicados, Mel guiará as apresentações no dia e também nos apresentará a sua poesia.

O Boteco traz também a força das vozes femininas e feministas das MCs Barbara Sweet, BrisaFlow, Danna Lisboa, Issa Paz, Sara Donato, LAY e Stefanie Roberta.

Para fechar o evento, Aline Consatantino, Darlita Albino e Franciele Carvalho representam as b-girls, dançarinas de break, acompanhadas do som da DJ Mariana Boaventura.

SERVIÇO:
Boteco da Diversidade: Feminismo
Dia 4 de março de 2017, sábado – às 20h.
Comedoria
Grátis. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência na bilheteria do Sesc Pompeia.
Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário