News
Loading...

Lady Gaga canta, dança e faz performance épica no Super Bowl

Por colaborador: Erlanio Lima

Na noite deste domingo (05) ocorreu a final do Super Bowl no NRG Stadium, em Houston, Texas. Como de costume na hora do intervalo acontece o Halftime Show, onde artistas se apresentam por 13 minutos e mostram ao mundo seu trabalho, esse ano a convidada pela NFL (National Football League), foi a cantora Lady Gaga.

Após meses de ensaio e preparação, finalmente podemos apreciar o espetáculo grandioso que a "Mother Monster" trouxe para o palco do estádio e para milhares de pessoas no mundo.

Foto: Divulgação

Gaga iniciou sua apresentação no teto do estádio (essa parte foi pré-gravada), cantando "God Bless America" e "This Land Is Your Land", acompanhada por drones que iluminavam o céu, sincronizados com a cantora formaram a bandeira dos Estados Unidos antes dela se "jogar" do teto.

Enquanto a cantora desce do teto para uma estrutura alta do palco, ouve-se o sample de "Dance In The Dark", com outras partes de "Paparazzi" e "The Edge Of Glory", começa a cantar "Poker Face" pendurada por cordas que a tiram do chão enquanto ela faz acrobacias. Em seguida ela "voa" até o palco central onde começa a cantar a faixa "Born This Way" com muitos bailarinos, ao finalizar Gaga segue em direção a outra estrutura no canto do palco e começa "Telephone", nesse momento todos ficamos apreensivos achando que a cantora "Beyoncé" pudesse surgir em qualquer canto do estádio e, finalmente realizarem o sonho de muitos fãs que seria fazer um "Live" de Telephone juntas. 

Dançando, Gaga se dirige pro palco central novamente e pega seu keytar e começa a tocar "Just Dance", depois vai até uma estrutura alta onde tem um piano e começa uma das partes mais emocionantes da apresentação, ela cantando "Million Reasons", com interação do estádio e dos fãs presentes no gramado com bastões que brilhavam de acordo com a música. Depois de interagir com o público ela encerra a apresentação com a icônica "Bad Romance", muitos dançarinos, fogo no palco, fumaça, iluminação, dança, voz, poder e tudo o mais que poderíamos ter esperado dela, quando ao finalizar ela sobe em uma espécie de escada, pega uma bola de futebol americano e se joga da estrutura encerrando essa incrível apresentação.

Foto: Divulgação

Foram 13 minutos de pura emoção, além da cantora ter feito o show sozinha sem nenhum convidado, ela agradeceu e dedicou esse show para seus fãs.

A NFL investiu US$ 10 milhões de dólares, cerca de 31 milhões de reais nesse Halftime show, teve drones, um palco imenso com estruturas laterais, que remetiam a estrelas, estrutura para acrobacias no ar, fogo, bastões de iluminação que formavam desenhos no gramado, bailarinos que trabalharam desde o início da carreira da Gaga, fogos de artifício, iluminação, enfim, tudo o que foi preciso para a cantora brilhar, mas acima de tudo com muito canto e sem desafinar.

Mesmo com o patriotismo que Gaga iniciou sua apresentação, ela não deixou de enaltecer todas as raças, etnias e sexualidades com "Born This Way", levando em consideração a atual situação dos EUA. Com a eleição onde Donald Trump venceu e Gaga não satisfeita realizou protestos após a vitória do atual presidente.

Sentimos falta de algumas canções do álbum "ARTPOP", mas deu a entender que Gaga quer esquecer essa era em sua carreira que foi bem conturbada, porém ela trouxe seus maiores hits, onde levantamos de nossas cadeiras e dançamos juntos com ela.

Gaga aparentava estar contente e não foi por menos, dedicação é a palavra-chave na carreira da Mãe Monstro e, o resultado final desse Halftime Show foi histórico, sendo elogiado por diversos artistas e mídias internacionais, inclusive a revista "Time", elegeu o show de intervalo da Gaga como o melhor de toda a história do Super Bowl.

Nunca tinha visto a Gaga dançar com tanta vontade e sincronização como nesse show de intervalo, tanto que ela perdia o fôlego em algumas partes, mas mesmo assim não desafinou e fez bonito nas notas altas, principalmente em "Million Reasons".

Foto: Divulgação

Óbvio que nem todos gostaram da apresentação, muitos comentários na internet diziam que "esperavam mais da apresentação" - porém a Gaga não alimentou expectativas em ninguém e muito menos prometeu nada, sabemos que o mercado pop exige sempre coisas novas, mas algumas pessoas esquecem que até novidades ficam escassas, pois muitos já fizeram. Gaga representa uma das últimas artistas que trouxeram coisas novas e quentes para este cenário musical. Neste momento em divulgação com o seu álbum "Joanne", ela está numa fase mais intimista e com uma sonoridade diferente do que estamos habituados, mas nesse show de intervalo ela trouxe a essência pop, trouxe a personalidade Lady Gaga.

Aproveitem o show, aproveitem a música, em breve teremos a "Joanne World Tour" que já foi confirmada pela cantora nessa madrugada, que inclusive virá ao Brasil ao Rock In Rio no dia 15 de setembro, de acordo com a produção será apresentação única no Brasil, então vamos preparar nossos chapéus rosa e cantarmos "Heeere We Go".


Assista a apresentação no Super Bowl:

Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário