News
Loading...

Merida – Uma princesa Valente

Por colaboradora: Monise Rigamonti

A animação que no português do Brasil leva o nome de Valente, tem como título original “Brave”, é a primeira produção da Pixar com uma protagonista feminina. A personagem principal chamada Merida busca quebrar com os padrões tantos estéticos quanto psicológicos das princesas da Disney. Neste sentido, esse também é o primeiro filme desenvolvido pelos estúdios que visa romper com os paradigmas e conceitos tradicionais. Em 2013 venceu e conquistou o prêmio Oscar e Globo de Ouro na categoria de melhor animação. 

Foto: Divulgação

O que difere Merida das outras princesas, é o fato de ser uma personagem “selvagem”, luta para ser livre e para fazer as escolhas da sua vida e ter as rédeas do seu destino em suas mãos, e que ao contrário de outras personagens não deseja se casar e sim ser uma grande guerreira que defende o seu clã. Quando pequena ela recebe uma forte influência e inspiração do seu pai, o valente e ousado Rei Fergus, e aprende com ele a praticar o que chamamos hoje de arco e flecha, e com sua mãe a Rainha Elinor aprende a ter a diplomacia e o discurso de uma princesa que apazigua os ânimos e propõe acordos, tem uma relação harmônica com seus irmãos trigêmeos Harris, Hubert e Hamish no qual durante o enredo estabelece parcerias. 

A história se passa em uma aldeia celta da Escócia, no contexto da idade média, o que caracteriza e diferencia os povos celtas dos outros povos é que nesta cultura a mulher tem um papel de extrema importância e igualdade com os homens, podemos observar na arte celta que a mulher sempre olha na mesma direção do homem, nunca acima e nunca abaixo, mas na mesma direção como uma igual. A mulher celta é uma mulher que não se limita a ser apenas isso ou aquilo, podendo exercer várias funções em uma mesma tribo. Ainda que de forma sutil, percebemos esse espírito da mulher celta em Merida, no seu jeito de ser livre, na forma como se relaciona com a natureza e com os animais, no lado guerreira e persistente em defender os ideais em que acredita. 

Durante a história, acontece uma competição para decidir quem se casará com a princesa, encontram-se nela: o intenso Lorde MacGuffin, o arrogante Lorde Macintosh e o irritante Lorde Dingwall. No final da reunião é proposto que o candidato que terá a princesa em casamente será o que vencer a competição de tiro ao alvo, como nenhum deles acerta, Merida se irrita e resolve ela mesma lançar os dardos e incrivelmente consegue acertar todos eles, o que gera um atrito com sua mãe, fazendo com que ela rasgue uma tapeçaria feita pela mãe, e sua a mãe queime sua arma na fogueira.

Foto: Divulgação

Enfurecida com a briga, Merida sai em disparada para meio da floresta e encontra uma velha e excêntrica bruxa, para a qual pede ajuda para se livrar do casamento e esta ajuda acaba vindo em forma de maldição, transformando sua mãe em urso. Porém o que era para ser somente uma feitiçaria, faz a duas se unirem novamente para salvarem seu reino de uma maldição maior que carregam dos seus ancestrais, elas precisam quebrar esta magia e a também a magia anterior para que a paz volte a ser reestabelecida. 

No meio do caminho muitas confusões e aventuras acontecem, fazendo com que a princesa ocupe tanto o papel de diplomata quanto o papel de guerreira e lute para salvar a sua mãe e o seu reino, provando a sua valentia.  


Filme: Valente 
Data de lançamento no Brasil 20 de julho de 2012 
Duração: 1 hora e 35 minutos 
Direção: Mark Andrews, Brenda Chapman
Elenco: Kelly Macdonald, Billy Connolly, Emma Thompson mais
Gêneros: Animação, Aventura, Comédia
Nacionalidade: Estados Unidos da América (EUA)
Produtora: Pixar Animation Studios
Distribuição: Walt Disney Pictures
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário