News
Loading...

Resenha: Cinquenta Tons Mais Escuros

Por colaborador: Jurandir Vicari

A trilha sonora é MARAVILHOSA! Dito isso, vamos falar do filme. Sim eu li o primeiro livro, até o final. Me julguem! O interesse despertado não me manteve para que eu lesse os demais livros. Então, sinceramente, não sei se a continuação é fiel ao livro. Mas deixo alerta, se procura sexo, talvez você tenha melhor sorte no Cine Privê da Band, Faixa Sensual do Multishow ou um pornô mesmo.

Foto: Divulgação

Eu tinha esperanças que a franquia que foi um sucesso de bilheteria de 2015 fosse melhorar, afinal teve uma arrecadação muito boa, mas os problemas do primeiro continuam. O casal protagonista: Christian Grey (Jamie Dornan) e Anastacia, Ana, Steele (Dakota Johson), não tem a menor química. Fiquei com saudades de Crepúsculo, tanto nas atuações da Bella, quanto na química do casal.

A continuação foca no passado problemático do Sr. Grey, afinal uma pessoa problemática não poderia curtir SM, segundo a mente americana puritana media. E o filme começa assim! Um desses “traumas” se deve ao relacionamento do protagonista com a personagem Elena Lincoln, apelidada de miss Robson, e quem dá vida a ela é a atriz Kim Basinger, que tem experiência em filmes sensuais, mas infelizmente nem ela consegue fazer uma boa atuação.

Duas ou três cenas, eu achei impressionante, mas  são muito poucas. Tive a impressão que costuram situações muito ruins a muito boas, sem se preocupar com a interligação entre elas. Faltou Roteiro, faltou interpretação, abundou publicidade! Só recomendo se você é fã dos livros.
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário