News
Loading...

Dica do Feriado: Joaquim

Por colaboradora: Luci Cara

Na semana do feriado em homenagem a Tiradentes, Joaquim estreia com seu nome de batismo. Um título simples para nos fazer compreender o homem, antes do herói.

Foto: Divulgação

A primeira cena mostra que o narrador é ele mesmo, um personagem real, trabalhador, que tinha suas paixões e seus sonhos, mas que não era tão importante em toda a engrenagem envolvida na exploração do ouro, e na revolta gerada pela retirada de praticamente toda a riqueza pela coroa portuguesa de nosso país. Que ele só se tornou importante por ser o único mártir.

A rotina dura das expedições em busca de ouro, em garimpos de rio, nos é mostrada, assim como a dos saqueadores, dos ladrões, dos ladrões de ladrões, dos subornados, dos promovidos a custa de suborno, entre outros.

Temos, ao assistir à película, um contato próximo com a realidade desses trabalhadores em sua rotina, além de conhecer as relações pessoais que se estabeleciam nesse emaranhado de portugueses, descendentes, índios e  negros. Brutal, na maioria do tempo.

Foto: Divulgação

Um relato bastante impressionante, revelador. Para alguns, pode até se tornar chocante. Recomendadíssimo!
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário