News
Loading...

Crítica: Uma Família de Dois

Por colaboradora Luci Cara

Por ter o  ator Omar Sy , o filme já merece o título de sensacional. Encontraram uma atriz mirim, com o mesmo nome de sua personagem, Gloria , que o acompanha muito bem nessa saga moderna sobre relacionamentos.

Reprodução / Internet

O longa traz a história de uma turista inglesa de passagem pela França que tem uma noite de amor com o eterno garotão e bon vivant , à beira da praia. Após um ano, Gloria aparece para lhe entregar um "pacote" : a filha dessa união. 

O homem, numa mistura de revolta com incredulidade, tenta de toda maneira devolver a menininha à mãe, mas não consegue mais encontrá-la. 

Nessa busca, o bon vivant vai parar na Inglaterra. Dentre  inúmeros franceses que encontra pela capital, acaba recebendo ajuda de um homem que lhe dá um emprego, e acaba ficando por lá, se desdobrando para aprender como cuidar de sua pequena. E um belo dia a mãe reaparece, com marido a tiracolo, e  a vontade de recuperar o tempo perdido.

Crédito: Divulgação

Um filme envolvente, engraçado, animado, e para qualquer idade, que vai entreter a família inteira . Tem uma pitada de tristeza, apenas para nos fazer sentir maior compaixão por todos, vontade de amar bastante quem a gente já ama, ou quem se apresentar para ser amado . 

Bem melhor do que uma quantidade imensa de "comedinhas medíocres" que o país tem colocado no mercado, daquelas que a gente já esqueceu no dia seguinte. Aperte o play e assista ao trailer.


Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário