News
Loading...

FILE SP – O Borbulhar dos Universos!

Por colaboradora Monise Rigamonti

“Bolhas de sabão surgindo de grandes buzinas. Um tapete de sensores que cria música com o toque. Uma nuvem brilhante que respira. Corpos que tentam se encaixar entre retângulos animados e grandes infláveis. Um vaso que só quer mostrar seu lado perfeito aos observadores. Desconhecidos que ganham um momento mágico por meio de chamadas de vídeo. Essas e muitas outras experiências podem ser testadas nas obras da 18ª edição do FILE SP.”  

Hakan Lidbo e Max Bjorverud - The Floor - Espaço Exposição / Foto: Divulgação


FILE São Paulo 2017 

Em cartaz de 18 de julho a 3 de setembro, o evento ocupará vários espaços como a Galeria de Arte do SESI, com instalações interativas e não interativas, obras de realidade virtual, animações, games e GIFs.

Outro ambiente será a Galeria de Arte Digital, integrando o FILE LED SHOW, projetado na faixada do prédio da FIESP, com a temática “Diálogos possíveis”, que exibirá 18 obras divididas em três conjuntos: Cinema Algoritmo, Projeto Faces e uma ação colaborativa com a Universidade de Nova York - Abu Dhabi, desenvolvida especialmente para esta edição, acontece das 20h às 6h.

Thom Kubli - Black Hole Horizont / Foto: Divulgação 

No Centro Cultural Fiesp (Espaços de Exposições), no período de 8 a 30 de julho, serão apresentados projetos em videoarte, mídia arte, hipersônica, animação e games. No mesmo local, entre 18 a 21 de julho, decorrerá o FILE Workshop, composto por oficinas e palestras, ministrada por diversos e importantes profissionais da área de arte e tecnologia. 

Simultaneamente, ocorrerá o FILE PAI (Avenida Paulista Interativa), no quais diferentes trabalhos serão espalhados por pontos da Paulista como Conjunto Nacional, Estação Paraíso do Metrô, Agência do Banco do Brasil (localizada no número 2163), agrega também a Torre Matarazzo/Shopping Cidade São Paulo, em ação entre as 10h e 17h. 

Em especial, nesta edição, traz uma nova categoria ao evento: o FILE SOLO, que visa retratar a poética de um artista em específico, neste momento o belga Lawrence Malstaf fora contemplado, será realizado em parceria com Centro Cultural do Banco do Brasil, a partir do dia 22 de julho. 

Interconexões do festival      

Considerado como um dos maiores, se não a maior exposição de arte e tecnologia da América Latina, o FILE - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, este ano completa a sua 18ª edição, que leva o título de “O Borbulhar dos universos”

Ekin Basaram -  Evolving Roots / Foto: Divulgação

Organizado por Paula Perissinotto e Ricardo Barreto, desde a sua fundação em no ano de 2000, tem provocado diferentes estímulos e debates acerca do universo artístico e midiático. Transpondo barreiras e criando novos olhares para as produções do nosso tempo que se utilizam de diversos suportes tecnológicos, para criarem obras de artes que retratam a sociedade atual. 

Neste ano, o principal conceito explorado é sobre a proliferação constantes das informações articuladas na rede digital (ciberespaço), onde milhares de informações, notícias, imagens, opiniões e desejos são bombardeadas a todos os instantes, proporciona uma sensação de sufocamento, de nada ser bom ou o suficiente o bastante. Vivemos em um momento em que vários universos se multiplicam dentro de uma trama, faz com que algo imenso se transforme pequeno e redundante diante da multiplicidade de assuntos que temos a nossa frente. Remete a pequenos pontos que podemos ver ao contemplar a imagem da via láctea, por exemplo, em que ao mesmo tempo observamos vários universos, se olharmos de longe remeteremos somente a pequenos pontos interconectados, se reinventando, se propagando, se multiplicando. 

Lawrence Malstarf - Observatorium - FILE SOLO / Foto: Divulgação


Serviço
FILE (Festival Internacional de Linguagem Eletrônica) 
Local: vários espaços como Galeria de Arte e Galeria de Arte Digital e Centro Cultural Fiesp (Espaço de exposições) 
Avenida Paulista, 1313 – em frente à estação Trianon-Masp do Metrô
Período: 18 de julho a 3 de setembro de 2017
Horários: diariamente, das 10h às 20h (entrada permitida até 19h40)
Programação no Espaço de Exposições: de 18 a 30 de julho de 2017
Classificação indicativa: livre para todos os públicos
Entrada gratuita 
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário