News
Loading...

Galeria Virgílio apresenta exposições de fotografia com diversos olhares e proposições artísticas

Por Monise Rigamonti

Nesta terça-feira, 05, a Galeria Virgílio, localizada no bairro de Pinheiros, abriu duas novas exposições. São elas a exibição “Decrescimento” que leva a curadoria de Urbanautica Institute, e a mostra coletiva com o título “DOKA_” que conta com a organização de Marcelo Greco. Ambas as proposições, são compostas por coletivos de artistas, no qual, se utilizam da linguagem fotográfica para trazer diferentes olhares e percepções de mundo.

Foto: Monise Rigamonti

Decrescimento do coletivo Urbanautica Institute 

Reúne projetos de diversos autores brasileiros e internacionais, entre eles: Luciana Benaduce, Steve Bisson, Ryan Debolsky, Daniel Marques, Nicola Mazzuia, Henrique Oliveira, Paola Prestes e Sue-Elie Andrade Dé. 

O coletivo apresenta os resultados de uma investigação laboratorial através das artes visuais sobre a cidade de São Paulo. Cada um dos integrantes, com diferentes modos de expressão, abordou a questão das relações sociais com foco sobre o papel do espaço público. Vários bairros, lugares diferentes, com diversos aspectos e histórias humanas, perspectivas e expectativas distintas sobre a cidade de São Paulo foram abordados. As imagens foram pensadas como uma forma de criarem consciência, envolvimento e participação do público perante ao que está sendo apresentado. 

Foto: Monise Rigamonti

Urbanautica Institute é um projeto que se dedica a antropologia visual e o estudo das paisagens culturais. Há 10 anos em atuação, é conhecido em todo o mundo por se tratar de uma jornada fotográfica, estimulando um debate crítico sobre a produção artística. Colabora com diversas instituições culturais para promover a história e o estudo de diferentes territórios geográficos e sua evolução.


“DOKA_” e os diversos olhares fotográficos 

A partir da experiência do curso “Fotografia Autoral” realizado no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), os ex-alunos e o professor, crítico e organizador da morta, Marcelo Greco, exibem 80 obras de dimensões e ampliações variadas, de oito fotógrafos e alguns livros de artistas, como resultado final desse estudo, que se transformou em um belo diálogo imagético. 

Foto: Monise Rigamonti

O nome DOKA_, vem da expressão holandesa “donker kammer”, que em português significa “câmara escura”. Importante ressaltar as palavras de Marcelo Greco, “Procuro promover aproximações entre a literatura e a produção de imagens a partir da técnica fotográfica, para que cada um dos alunos desenvolva sua ‘escrita’ individual e, por conseguinte, sua própria narrativa visual”, sobre os projetos desenvolvidos ao longo do percurso do curso e dos estudos e são apresentados na galeria.   

Estão os projetos de Alex Fernandez com “Souvenir”, Ciça Calasans exibe “Sobre.voo” e a série “Das Metades”, Luciana Dal Ri mostra “A pequena morte”, Paola Vianna expõe “Entre Chiens et Loups” (Entre Cães e Lobos - em português, Paula Carpi traz a luz as fotos e o livro “Frágil”, Re’gis de Gasperi com as obras “70x7” e “Thereafter”, Selma Perez exibe a série “Andar o Tempo” e Vicente de Carvalho com “Vazante” e “Percursos”. Os autores contam com diferentes formações e contaminações profissionais. 

Foto: Monise Rigamonti

Para os amantes de fotografia, sejam eles profissionais, amadores ou apenas admiradores dessa arte, vale a pena ver, olhar, perceber, sentir, refletir, entre tantas outras ações, os diversos olhares e proposições que integram as duas mostras na galeria.   


Serviço
Galeria Virgílio
Exposições: Descrescimento - Urbanautica Institute e DOKA_
Visitação: de 05 de setembro a 30 de setembro de 2017
Horários: de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h; sábados, das 11h às 17h
Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 426 – São Paulo – SP - 05415-020
Contato: (55 11) 2373.2999 (telefone)/galeriavirgilio1@gmail.com
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário