CCBB SP recebe a Mostra Depardon Cinema - Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento
News
Loading...

CCBB SP recebe a Mostra Depardon Cinema

25 produções, entre documentário e ficção, integram a programação que tem entrada franca

Por Andréia Bueno

O deserto, as instituições, o mundo rural, a política, a justiça e a psiquiatria são alguns dos temas abordados pelo cineasta Raymond Depardon, de 75 anos, em sua vasta cinematografia. Oriundo da fotografia, já afirmou que suas obras trazem suas reflexões visuais. E são elas que o público poderá conhecer através dos 25 filmes, entre documentários e ficção, que integram a “Mostra Depardon Cinema” que acontece no Centro Cultural do Banco do Brasil de São Paulo entre 3 a 22 de janeiro de 2018, à tarde. Produzidas entre 1969 e 2017, na seleção estão obras de destaque de sua carreira entre elas, 12 Dias, seu último filme exibido no Festival de Cannes desse ano.

La Captive du Désert - Foto: Divulgação

A mostra é parte da retrospectiva em homenagem ao fotógrafo e cineasta francês que conta ainda com a exposição “Un moment si doux” em cartaz somente no CCBB do Rio de Janeiro até o dia 5 de fevereiro. São 170 fotos produzidas entre 1950 e 2013, sendo a maior parte inédita, em cores e dimensões variadas. Entre as imagens, estão paisagens, autorretratos e personagens de diferentes países da Europa, África e América Latina, incluindo o Brasil. As imagens estiveram expostas entre 2014 e 2015 no imponente Le Grand Palais, em Paris, no museu MUCEM, em Marselha, e, recentemente, no Centro Cultural Recoletas, na Argentina.

Curtas, médias e longas-metragens compõem os filmes da “Mostra Depardon de Cinema”. Sobre o universo psiquiátrico estão San Clemente, Urgences, e 12 Dias, sendo que este último integrou a seleção oficial no Festival de Cannes 2017. O mundo camponês está presente nos três longas da série Perfis Camponeses, realizados entre 2000 e 2008; o Chade em La captive du désert; o sistema judiciário em Presos em flagrante e Instantes de audiência; o mundo político em 1974, Um presidente em campanha, e a vida cotidiana francesa em Jornal da França e Os habitantes, sempre com um olhar humanista.

Harar, Etiópia, 2013 - Un Moment si Doux  - Foto: Divulgação

Além do olhar de Depardon para os diversos temas, o público poderá conhecer também um pouco de seu autor. No curta de 2005, Alguma novidade em Garet, o diretor e seu irmão conversam sobre seus pais e seu trabalho na fazenda da família que é posta à venda. Já em Un moment si doux, de 2013, traz uma entrevista do cineasta sobre a exposição Un moment si doux.

Em conjunto com a exibição de longas-metragens, haverá uma palestra sobre o longa “12 Dias”, de Raymond Depardon, com a presença de um convidado, no dia 18, quinta-feira, às 19h30. A entrada é gratuita com distribuição de senhas uma hora antes.

Depardon começou a fotografar no final dos anos 50 na agência Dalmas, para a qual chegou a cobrir as guerras da Argélia e do Vietnã. Em 1966, montou com Gilles Caron sua própria agência, a Gamma e, em 1978, ingressou no time da famosa agência Magnum, onde está até hoje.  A maioria de suas obras é em preto e branco, mas também fotografou a cores desde o início da sua carreira.


PROGRAMAÇÃO

Quarta-feira, 03/01

19h - Os Habitantes (Les habitants) / La France de Raymond Depardon


Quinta-feira, 04/01

19h - Presos em flagrante (Délits flagrants) / Cartagena


Sexta-feira, 05/01

18h30m - Faits Divers / 10 minutes de silence pour John Lennon


Sábado, 06/01

15h45m - Urgences / New York, NY

18h - San Clemente / Ian Palach


Domingo, 07/01

15h30m - La Captive du desert / Contacts

17h45m - Journal de France / Un Moment si doux


Segunda-feira, 08/01

18h45m - Faits Divers / 10 minutes de silence pour John Lennon


Quarta-feira, 10/01

18h15m - Empty quarter, une femme em Afrique / Les annes déclic


Quinta-feira, 11/01

19h - Urgences / New York, NY


Sexta-feira, 12/01

16h - San Clemente / Ian Palach

19h - Presos em flagrante (Délits flagrants) / Cartagena


Sábado, 13/01

15h15m - Reporters

18h15m - Os Habitantes (Les habitants) / La France de Raymond Depardon


Domingo, 14/01

15h - La Captive du desert / Contacts

17h15m - Reporters


Segunda-feira, 15/01

15h45m - Journal de France / Un Moment si doux

18h15m - Empty quarter, une femme em Afrique / Les annes déclic


Quarta-feira, 17/01

17h - Perfis Camponeses - O cotidiano (Profils paysans le quotidien) / Amour

19h - Perfis Camponeses - A aproximação (Profils paysans l´approche)


Quinta-feira, 18/01

15h45m - 1974, um presidente em campanha

18h - 12 dias (12 jours) - Seguido de debate

19h30m - Debate sobre o filme com presença de convidado


Sexta-feira, 19/01

16h30m - Perfis Camponeses - A aproximação (Profils paysans l´approche)

19h - Perfis Camponeses - A vida moderna (La vie moderne) / Alguma novidade em Garet (Quoi de neuf au Garet?)


Sábado, 20/01

16h - Perfis Camponeses - O cotidiano (Profils paysans le quotidien) / Amour

18h - Instantes de audiência (10e chambre instants d´audiences)


Domingo, 21/01

16h - Perfis Camponeses - A vida moderna (La vie moderne) / Alguma novidade em Garet (Quoi de neuf au Garet?)

18h - 1974, um presidente em campanha


Segunda-feira, 22/01

17h - 12 dias (12 jours)

19h - Instantes de audiência (10e chambre instants d´audiences)


SERVIÇO

MOSTRA DEPARDON CINEMA (25 filmes) | 03/01/2018 a 22/01/2018

Horário: Quarta-feira a segunda-feira, a partir das 15h às 21h 

Entrada franca*.

Retirada de ingressos para a mostra 1 hora antes do início da sessão.

CCBB SÃO PAULO

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo

Rua Álvares Penteado, 112 – Centro. São Paulo-SP

Acesso ao calçadão pelas estações Sé e São Bento do Metrô

Informações: (11) 3113-3651/3652

E-mail: ccbbsp@bb.com.br

Horário de funcionamento: Quarta a segunda, das 9h às 21h


Mais informações: bb.com.br/cultura

Acesso e facilidades para pessoas com deficiência | Ar-condicionado | Cafeteria e Restaurante | Loja

Clientes do Banco do Brasil têm 10% de desconto com Cartão Ourocard na cafeteria, restaurante e loja

Estacionamento conveniado: Estapar - Rua Santo Amaro, 272, Bela Vista – São Paulo-SP
Traslado gratuito até o CCBB. No trajeto de volta, a van tem parada na estação República do Metrô.

Valor: R$ 15 pelo período de 5 horas. É necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB.
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário