Maria Rita lança o álbum Amor e Música - Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento
News
Loading...

Maria Rita lança o álbum Amor e Música

Cantora estreia turnê nacional no dia 3 de março, no Rio de Janeiro 

Por Andréia Bueno

A cantora Maria Rita lançou nesta sexta-feira (26), em todas as lojas e plataformas digitais, o álbum Amor e Música, o oitavo trabalho da discografia da cantora.

Foto: Divulgação / Universal Music Brasil

O novo álbum, que tem a direção e produção da própria cantora e coprodução em cinco faixas de Pretinho da Serrinha, traz ao todo 12 canções, compostas por amigos e parceiros de Maria, como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Marcelo Camelo, Carlinhos Brown, Moraes Moreira, Davi Moraes, Pretinho da Serrinha, entre outros.

Nas últimas semanas, a cantora já tinha divulgado trechos de algumas faixas através de seu Instagram (@mariaritaoficial), cada uma com foto inédita, como “Amor e Música” , releitura de canção de Luiz Paiva e Moraes Moreira, que também ganhou uma faixa-bônus, em versão em bolero, que estará somente na versão digital; “Chama de Saudade” , de Davi Moraes, Fred Camacho e Marcelinho Moreira, que abre o álbum; e “Nos Passos da Emoção”, de Davi Moraes, Moraes Moreira, Marcelinho Moreira e Fred Camacho.

Também estão no repertório do novo álbum duas canções de Arlindo Cruz, uma releitura do hit “Saudade Louca”, parceria do compositor com Acyr Marques e Franco, lançada em 1989, e a inédita “Cara e Coragem”, composta em parceria com Davi Moraes.

Maria Rita ganhou dois presentes neste álbum: “Pra Maria”, samba inédito de Marcelo Camelo, compositor que está presente no trabalho da cantora desde o seu álbum de estreia, “Maria Rita” (2003), e “Samba e Swing”, canção inédita de Oscar da Penha (1924 –1997), o Batatinha, poeta do samba de Salvador (BA), que a cantora ganhou da família do compositor.

No dia 3 de março, Maria Rita inicia a turnê nacional de seu novo álbum, no palco da Fundição Progresso, no Rio de Janeiro. O novo projeto da cantora sucede o CD e DVD “O Samba em Mim” (2016), gravado ao vivo no bairro da Lapa, reduto boêmio e cultural carioca.

Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário