News
Loading...

Resenha: Viva - A Vida é Uma Festa

Por colaboradora Monica Duarte

Viva o seu momento!! É com esta mensagem que Viva - A Vida é uma Festa (Coco), a animação da Disney Pixar, promete agradar a família toda.

Foto: Divulgação

Uma produção colorida, cheia de brilho e repleta de emoção, aborda os laços familiares e seus valores na vida terrena e espiritual. Laços eternos entre vivos e mortos de uma maneira leve e respeitosa.

A mensagem do filme foi inspirada no Dia dos Mortos, celebração tradicional no  México, onde a morte tem significado único. Em vez de lamentada, é festejada uma vez ao ano — de 31 de outubro a 2 de novembro (Dia de Finados no Brasil). Durante a festa, considerada pela Unesco como patrimônio da humanidade, é tradição reunir família e amigos para comemorar a visita dos antepassados à Terra. Se, no Brasil, a data é sinônimo de cemitérios lotados e melancolia, no México a animação toma conta, pois se acredita que os mortos devem ser recebidos com alegria e coisas de que gostavam enquanto vivos. A famosa caveira mexicana (La Catrina), altares coloridos, fantasias, comidas e bebidas típicas mudam a cara de várias cidades do país.

Foto: Divulgação

O personagem principal, Miguel é um menino de 12 anos que quer muito ser um músico famoso, mas precisa lidar com sua família que desaprova seu sonho. Determinado a virar o jogo, ele acaba desencadeando uma série de eventos ligados a um mistério de 100 anos que surpreenderá a todos com um desfecho emocionante e alegre como o México!!

Destaca-se também Dante o cachorrinho de  estimação engraçado  e companheiro inseparável do Miguel, Hector que  faz todos rirem, vovó e sua sandália mais rápida do México, mamãe coco (bisavó do Miguel) e os demais  membros da família Rivera.

Foto: Divulgação

A música é o motor que move Miguel para a realização dos seus sonhos, mas a trilha sonora da animação encanta e emociona a todos durante o filme.
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário