News
Loading...

Virado à Paulista é Tombado como Patrimônio Imaterial do Estado

Por Nicole Gomez

Um dos pratos mais queridinhos presentes no prato dos paulistas acaba de ser tombado como Patrimônio Imaterial do Estado pelo Condephaat, o Conselho de Patrimônio Estadual. Presente às segundas-feiras no almoço do trabalhador, ele finalmente teve seu momento de reconhecimento!

Foto: Reprodução / Google

A mistura que inclui feijão, farinha de milho, carne-seca, arroz, bisteca, torresmo, couve, ovo frito, banana empanada e linguiça é quase unanimidade. Mas você sabe as prováveis teorias de seu surgimento?

Diz-se que em 17 de agosto de 1922, Dom Pedro 1º, já em seu caminho para as Margens do Ipiranga para o acontecimento histórico da Independência, teria se alimentado de um tradicional virado para então, dar seu grito a plenos pulmões, segundo a historiografia.

O Virado tem origem no século 16, tendo sido alimento para os bandeirantes. Mas é claro que o prato nem sempre teve esta composição. Inicialmente, levava farinha e toucinho de porco, e com o tempo, os demais ingredientes foram sendo incluídos, com influência portuguesa, indígena e italiana. A adição do arroz e da banana teriam sido influências africanas, já que esses elementos são oriundos dessa região.

E que tal comemorar esse fato preparando um tradicional Virado à Paulista? Aprenda!

Ingredientes
3 xícaras de feijão cozido, batido no liquidificador
2 dentes de alho, picados ou amassados
1 cebola, picada
Sal a gosto
Pimenta -do-reino a gosto
1/2 xícara de farinha de mandioca crua
2 colheres de sopa de óleo de soja ou azeite
3 xícaras de água
2 bistecas
Suco de 2 limões
Óleo para fritura
1/2 kg de linguiças fresca ou caipira
3 l de água fervente
2 bananas nanicas
1 ovo batido com 1 copo de leite
O suficiente de farinha de trigo, para empanar
Sal a gosto
1 maço de couve, lavado e higienizado
1/2 kg de panceta
1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Modo de Preparo:

Tutu de Feijão
Refogar a cebola e o alho;
Quando a cebola estiver transparente, junte o feijão e deixe ferver por aproximadamente 10 minutos;
Acrescente duas xícaras de água e sal a gosto;
Quando estiver encorpado, juntar uma xícara de farinha de mandioca;
Mexer sem parar, até que tome o aspecto de um pirão grosso.

Bistecas Suínas
Tempere as bistecas com o suco dos limões, o sal e a pimenta - do - reino a gosto;
Deixe descansar por 1 hora;
Depois, em uma panela pré - aquecida acrescente o o óleo ou o azeite, as bistecas e frite com a panela tampada, acrescentando água na medida em que for secando;
Após mais ou menos 30 minutos, retire do fogo e sirva como acompanhamento do tutu.

Linguiças
Cozinhe as linguiças em água fervente por 20 minutos ou até que estejam completamente cozidas. Corte em rodela e frite em uma panela pré – aquecida.

Bananas Fritas
Corte as bananas ao meio, passe pelo ovo batido, depois pela farinha de trigo e em seguida pela farinha de rosca. Frite em óleo bem quente e por imersão (mergulhando- as por completo).

Ovos Fritos
Em uma frigideira antiaderente e pré - aquecida acrescente um fio de óleo, em seguida o ovo. Salpique o sal, tampe a panela e pingue água até atingir o ponto desejado;
Retire do cozimento e sirva.

Couve
Retire os talos das folhas de couve e enrole as folhas de forma a ficarem bem juntas;
Com uma faca bem afiada e com a ajuda dos dedos para definir a espessura, corte a couve finamente. Em uma panela pré - aquecida acrescente o óleo e o sal; refogue a couve rapidamente e sirva.

Torresmo
Corte a panceta em tiras para torresmo; coloque o bicarbonato na água fervente e cozinhe o torresmo por uns 20 minutos ou até que solte bastante espuma. Depois retire do cozimento, escorra e frite em óleo bem quente e com a panela tampada. Retire da fritura e escorra em papel toalha.
Bom apetite!

Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário