News
Loading...

Entrevista Projeto #Elenco60: Cássia Raquel

Conheça um pouco mais do elenco do musical 60!, Década de Arromba - Doc. Musical, através de entrevistas semanais. Esta semana, saiba mais sobre atriz e cantora Cássia Raquel

Por Leina Mara

Divulgação/60! Doc. Musical – Caio Gallucci

Após uma temporada de sucesso no Rio de Janeiro e São Paulo, "60! Década de Arromba - Doc. Musical volta ao Theatro NET Rio para uma curta temporada! Estrelado pela representante maior da Jovem Guarda, a cantora Wanderléa, o espetáculo é dirigido por Frederico Reder, com roteiro e pesquisa de Marcos Nauer. 

"60! Década de Arromba - Doc. Musical" utiliza ferramentas de documentário (fotos, vídeos e depoimentos reais), somadas a cenas, textos e canções apresentadas ao vivo por 24 atores/cantores /bailarinos para contar a história da década de 1960.

No intuito de continuar apresentando ao público um pouco mais sobre o elenco, voltamos com o projeto #Elenco60 divulgaremos um especial semanal de entrevistas com os atores. Esta semana o AC entrevista com Cássia Raquel.




Foto: Divulgação


Conte-nos um pouco mais sobre sua carreira e trajetória no teatro musical. 

Minha base é a música evangélica; Estudei Canto Lírico na UFRJ e ganhei muita maturidade vocal. Em 2010 estreei "Hair" com Moeller & Botelho, em seguida me convidaram para Milton Nascimento – Nada Será Como Antes e não parei mais. Estou no meu 11° espetáculo e ainda tenho muito o que aprender. 


Como Dona Barata em A Galinha Pintadinha em Ovo de Novo - Foto: Camila Maia

Que artistas te inspiraram a seguir a carreira de atriz? Existe algum papel que ainda almeja interpretar? 

Tenho muitos... Will Smith que além de rapper, tinha sua própria série, a Madonna que interpretou Evita, um papel bem diferente da maioria dos seus clipes, Barbra Streisand que faz shows até hoje... Quanto a papéis..Eu prefiro fazer peças genuinamente brasileiras, personagem criados para mim, como foi no Milton, e aqui no 60.

Em “Milton Nascimento Nada Será Como Antes” – O Musical  - Foto: Arquivo Pessoal

Como foi o seu processo para 60! Década de Arromba - Doc. Musical? 

Tive muita liberdade para criar em todas as minhas aparições, tanto a de grupo quanto os solos. O "Aquarela" por exemplo, estávamos fazendo um corrido e não havíamos marcado a minha cena. Então propus uns movimentos e acabou ficando. Até algumas brincadeiras se tornaram marcas, como a voz do Michael Jackson criança, o "buá buá" na cena do cinema. Foi leve e gratificante. Um elenco que se reunia pra tudo e se resolvia em qualquer dificuldade. Além de poder fazer coisas que em outros lugares só seriam feito por brancos.

Como Christie ( Barbie Negra) em 60! Doc Musical - Foto: Caio Gallucci

Qual sua parte favorita no musical? Por que? 

As noivas. É muito feminista poder dizer que não precisa de homem algum pra ser feliz. Não sofrer por alguém que te trocou. É bem parecido com minha vida real. Na temporada anterior eu me divertia muito fazendo o sapateado. Muito colorido e diferente ao ponto das pessoas acharem que eu realmente sapateava hahaha. Hoje faço um plot diferente, então não faço mais essa cena.

Qual a sensação de trabalhar ao lado de Wanderléa? 

É uma delícia. Uma pessoa super do bem, que brinca com a gente sem estrelismos, além de que ela deu conta de 3 temporadas seguidas com a voz impecável e energia sempre pra cima. Meus pais acompanharam sua carreira, então eu sabia todas as letras de cor. Inclusive durante os ensaios eu cantava as músicas dela pra gente ter noção do tempo total do show.

Em seu solo “Aquarela do Brasil” em 60! Década de Arromba - Foto: Divulgação


Quais seus planos futuros?

Tantos..Mas, com certeza : fazer um espetáculo internacional.

Como Fantine na última montagem de Les Misérables da T4F - Foto: Divulgação
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário