News
Loading...

Xou da Xuxa 3 - Relembre o lado A e o lado B do álbum histórico da Rainha

 Por Leina Mara

Um dos álbuns mais vendidos na história da indústria fonográfica nacional, "Xou da Xuxa 3" completa 30 anos de lançamento neste ano. Com números impactantes, vamos tentar desvendar para vocês alguns fatores que transformaram este em um álbum histórico na carreira de Xuxa.

Capa: Divulgação / Som Livre
O álbum continha hits importantes como "Brincar de Índio", "Abecedário da Xuxa" e "Arco-Iris". Músicas com conteúdo e que agradassem o público infantil, principal preocupação de Michael Sullivan e Paulo Massadas, produtores do álbum. O single era a arrebatadora "Ilariê". Detalhe, inicialmente a música não teria esse nome. De acordo com Max Pierre, diretor artístico do álbum e da Som Livre, a música, escrita por Dito e Cid Guerreiro, se chamava "Ilaiê", mas Michael Sullivan, que colaborava na produção, achou melhor trocar por "Ilariê". Uma troca fundamental, já que ela foi responsável pelas vendas de mais de 3.000.000 de discos de Xuxa em espanhol, lançado nos EUA e em países de língua espanhola. 

Apesar de não ser formada em canto, Xuxa era muito disciplinada e aprendia rápido as músicas, além de ter um charme e carisma raros. Por isso, o álbum não demorava tanto para ser gravado. "Xou da Xuxa 3" demorou quatro meses para ficar ponto. 

Outro fator importante foi o marketing que Marlene Mattos, então empresária da Xuxa, usava para vender os discos. Como também era diretora do programa infantil "Xou da Xuxa", ela produzia clipes lindos das músicas do disco para chamar a atenção do público que assistia. Era quase impossível não querer comprar. 

Capa: Divulgação / Som Livre

"Xou da Xuxa 3" vendeu mais de três milhões e oitocentos mil unidades pela gravadora Som Livre, números tão impressionantes que passou a constar no Guinness Book como o álbum infantil mais vendido no mundo. 

Que tal agora comemorar o aniversário de 30 anos do álbum dançando muito com "Ilariê"? Solta o som, DJ!! Aperte o play e confira!


Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário