News
Loading...

Entrevista com a cantriz Evelyn Castro

Por Cristian Cesar

Símbolo de empoderamento feminino, atriz e cantora, Evelyn Castro está no ar há um ano no elenco fixo do canal Porta dos Fundos no YouTube. O talento corre nas veias da moça e as formações profissionais começaram desde muito cedo, aos dez anos já tinha amor pelo teatro e talento para o gênero comédia. 


Foto: Arquivo Pessoal 

A cantriz revelada pela Rede Globo é formada em Design, mas nunca chegou a exercer a profissão, porque a vocação mesmo, era para a música. Evelyn ficou em segundo lugar no reality show 'Fama' no ano de 2005, nessa fase, mostrou para o Brasil, todo o talento que tem para a música.

Além do Porta dos Fundos, como atriz, Evelyn já atuou em séries e está atualmente no casting da série '1 Contra todos' da FOX que está caminhando para a segunda temporada com estreia prevista para agosto e o humorístico 'Tô de graça' do canal Multishow.

No teatro, já esteve presente em alguns musicais como o de Tim Maia,  Cassia Eller e Vamp. Toda essa versatilidade e paixão pela vida artística você confere aqui na entrevista que nós do Acesso Cultural realizamos com Evelyn Castro


       Foto: Arquivo Pessoal

Acesso Cultural (AC): Como foi a estréia e o convite para ingressar ao elenco do canal Porta dos Fundos?  

Evelyn Castro (EC): Foi uma das melhores ligações que já recebi na vida. Sempre pensei em mandar material pra eles, e achava o canal incrível. Foi uma surpresa receber o convite através do Fabio e da Nataly, que assistiram o trailer do filme "Apaixonados" e viu que eu poderia fazer parte do time. Estava bastante nervosa na estreia que foi com o Totoro, fiquei sabendo na hora que não era teste e sim uma participação para o canal. Sei que o vídeo caiu e não foi ao ar por motivo técnico (ou eu "caguei o vídeo", rs) e meu segundo no caso, primeiro de estreia foi com Antonio Tabet, que eu já era muito fã desde o Kibe Loco, há milênios atrás. Fiquei muito nervosa, mas ele me deixou super a vontade e disse que havia assistido o filme 'Apaixonados' e gostou muito da minha interpretação, fiquei toda boba e confiante de que poderia entrar, que daria certo e deu.

AC: Além de atriz, você é cantora também... Qual música e quais artistas te inspiram? Há uma canção que você considera como a trilha da sua vida?  

EC: Sou cantora e cresci ouvindo a soul music, MPB e samba. São tantas músicas e tantos artistas... Mas tem os que encabeçam a lista de inspiração e resumem meu amor pela musica. Tim Maia, Tina Turner, Steve Wonder, Djavan, Cassia Eller, O Rappa e outros tantos. Não tem uma canção predileta. Amo a música no geral. Atualmente, pertenço mais ao rock e soul, adoro um funk pra dançar, não vou negar (risos). 

AC: Entre essas profissões que consta em sua carreira, existe preferência por alguma? É tranquilo transitar entre a música e a atuação?  

EC: Não tenho preferência, amo a arte. A sensação que tenho é que se eu estiver atuando com maior frequência vou dar um jeito de fazer um show e vice-versa. Muito tranquilo transitar, se puder unir, melhor ainda. É daí que nasce minha paixão por musicais.


Foto: Arquivo Pessoal

AC: Atualmente, você é considerada um símbolo de empoderamento. Como tem sido isso para você?  

EC: Sou considerada?!?! Nossa que surpresa boa! Temos que nos unir sim e buscar essa igualdade de gêneros, mas com equilíbrio também. Acredito na nova geração, acredito no meu papel como mãe de um menino. Temos muitas coisas ainda 'encrunhadas' na gente e quando vamos ver, já estamos sendo diminuídas ou colocadas de lado, sofrendo abusos de uma sociedade ainda machista. Chega! Quero poder mais e mais através da minha arte. Falar que podemos sim e devemos sim nos amar como somos. Não é impossível respeitar todas as escolhas, e isso não será uma ameaça. Acredito que o preconceito vem muito disso no geral, a ameaça da mudança dentro do preconceituoso, o medo do novo, o medo de se achar menor que aquilo e onde isso vai dar. Tem que dar em amor. Já dizia o cara que mais admiro na vida e amo, Jesus Cristo (e não estou falando de religião).

AC: De todos os papéis que já fez, tem algum preferido ou que mais lhe marcou?  

EC: Ate agora o da Mãe da Cassia Eller me marcou como mãe também. Foi um misto de sensações, descobertas e mudanças naquele período, fui amadurecendo e entendendo Dona Nanci ao longo do tempo. Aquele amor que movia aquela mulher a sair só com a roupa do corpo de Minas Gerais e ir até a filha em qualquer lugar, para o que ela precisasse. E assim fiz, saí com meu filho de 5 meses em turnê e foi até 1 ano de idade. Claro, tendo minha mãe ao meu lado e todo um elenco, diretores e produtores amados do meu lado, sou muito grata. E me deparei com este amor que se doa a qualquer custo, em troca de... Amor.

AC: É perceptível que em suas atuações, você se entrega de corpo e alma, mas e em seu cotidiano? Como a Evelyn é?  

EC: No cotidiano de corpo e alma, é mais de corpo e chão, rs. Sou exigente comigo até demais, pé no chão até demais. Sou realista e não sou de me entregar de primeira. Mas quem assim o consegue terá muita lealdade ao meu lado e palhaçada também, rs. 

Foto: Arquivo Pessoal 

AC: Quando criança, você se via como? Atuando ou cantando? Haviam outras profissões em seus sonhos?  

EC: Me via atuando e cantando. Que dádiva! Não poderia ter sido melhor. Mas me formei em designer e penso sim um dia trabalhar com estamparia e moda. Curtia muito desenhar, agora enferrujei (rs) , mas vou voltar!!

AC: E para finalizar, quais são seus planos e projetos para o futuro? Você pode nos dar uma ideia do que esperar?  

EC: Os planos de cada vez mais me surpreender com o que a arte tem para extrair de mim. To aqui para ela e para Deus. Então espero muito trabalho e muitas novidades até para mim mesma (risos).  Tem a segunda temporada do "Tô de graça", filmes pra lançar e com certeza um show solo novo na cabeça. 

E aí? Curtiram o bate papo com a cantriz? Você pode conferir o trabalho de Evelyn Castro no canal Porta dos Fundos e também na Fox. Não fique de fora e veja o primeiro vídeo no canal Porta dos Fundos que já está na marca de quase 3 milhões de visualizações.

Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário