News
Loading...

Entrevista com o cantor Gabriel Nandes

Por Cristian Cesar

Nascido e criado no interior de Goiás, Gabriel Nandes, apesar de novo, já possui uma presença de palco e identidade marcante. Os traços são únicos, a timidez ainda que por escondida, transparece ao ser abordado pela imprensa. 

Foto: 2Clickz Fotografia
Quando o assunto é família, Gabriel se intitula a "Ovelha Negra" porque foi o único que saiu do sertanejo modão e viajou para a MPB. Optou pelo 'Nandes' graças a seu sobrenome Fernandes e está no ramo há seis anos. 

O contato com outros ritmos veio quando começou a estudar música. Os professores da época o apresentaram o POP e a MPB e por lá, ficou. Batemos um papo com Gabriel e o cantor falou um pouco sobre a vida pessoal e profissional. Vamos lá! 

Acesso Cultural (AC): Além de uma voz potente, você possui uma presença de palco incrível. De onde vem as inspirações para ter esses trejeitos? 

Gabriel Nandes (GN): Eu sempre fui muito tímido, mas busquei trabalhar isso. Nos palcos não era diferente, porém, quanto mais você pratica com o propósito de melhorar a desenvoltura, mais rápido isso vai acontecendo. 

AC:  Quem te ajudou com a música? Como foi esse pontapé inicial?

GN: Minha avó e minha mãe sempre me apoiaram em tudo que diz respeito à música. Foram elas quem me incentivaram e me colocaram no conservatório de música quando criança. Lá eu pude fazer alguns contatos e, com a ajuda dos meus professores, comecei a tocar na noite, na minha região, para adquirir experiência.

AC:  Existe previsão para o lançamento de um novo álbum? 

GN: Novo álbum ainda não, mas tenho alguns projetos. Um deles está prestes a ser lançado, que é o meu novo single com o Bruno Gadiol, “Seu Costume”. Estamos muito ansiosos porque terminamos as gravações do clipe e tá muito especial!

Foto: Rodrigo Oliveira Fotografia

AC: As músicas que você compõe geralmente são recheadas de sentimentos e intensidade... Essa intensidade vem de onde ou de quem? 

GN: As minhas melhores inspirações são de histórias que eu já vivi ou já pensei em viver com alguém. Aproveitando o que você disse, eu tenho um coração que é muito intenso, então, sempre que estou sofrendo ou passando por algo especial, ele me leva a expressar tudo em arte, música!

AC: Há alguma música que você define como trilha sonora de sua vida? 

GN: Acho que não tem apenas uma música que define, mas eu inspiro minha vida em músicas que falam sobre o amor de uma forma emocionante, porque considero o amor o sentimento que mais cura as “enfermidades” do mundo!

Foto: Divulgação

AC: Para o futuro, quais são os planos? Vem novas gravações de DvD por aí? 

GN: Dia 22 de abril gravei um DVD no Teatro São Francisco, em Anápolis, Goiás. Foi o lançamento do meu segundo EP, o “Te Canto”. Vamos disponibilizar os vídeos em breve, no meu canal no Youtube. Além do “Te Canto”, também tem o “Singelo”, que lancei em setembro do ano passado. Ambos disponíveis nas plataformas digitais e no YouTube.

AC: Como funciona esse processo de produção musical? 

GN: É um processo árduo, que requer esforço, dedicação e um pouco de grana também, rsrs! Quando você compõe algo e quer lançar, o artista leva o single (ou o álbum) para um estúdio, onde o trabalho passa por criação de arranjos, definições de harmonia, dentre outras coisas que fazem a música (álbum) ter uma identidade. Depois, vem a parte de distribuir. Hoje em dia, isso tá bem simples, por causa da internet. Usamos uma distribuidora digital que se encarrega de tudo. É assim que nossas músicas chegam até o público através das plataformas!

Foto: Divulgação

AC: E para encerrar, qual seu cantor ou cantora preferido (a)? 

GN: Não tenho um preferido, mas me espelho muito em John Mayer e Ed Sheeran, não só pela capacidade vocal e/ou musical, mas pela trajetória de vida deles até chegarem onde estão! Além deles, tenho varias inspirações brasileiras também.

O trabalho de Gabriel Nandes está disponível no YouTube e em todas as plataformas digitais. Aperte o play e confira "Singelo", novo single do cantor: 




Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário