Entrevista com Caio Lira, a nova aposta do POP nacional - Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento
News
Loading...

Entrevista com Caio Lira, a nova aposta do POP nacional

Por Rodrigo Bueno

Publicitário e amante do audiovisual, Caio Lira tem a música presente em sua vida desde pequeno, já que seus pais também são músicos, mas foi aos 12 anos que ganhou um teclado deles e começou a estudar. Com o tempo, veio a técnica, o aperfeiçoamento do talento e, só agora, aos 22 anos, que o artista resolveu investir nessa trajetória.

Foto: Divulgação

"Acredito que a música une e conecta as pessoas de uma maneira incrível e meu desejo é construir um vínculo com o maior número de envolvidos possíveis, para espalhar amor, esperança e dizer: estamos juntos!", conta Caio, que acaba de fechar contrato com a Sony Music. "Sempre foi meu sonho compartilhar com as pessoas através da música situações da minha vida, podendo ajudar e somar na vida de alguém de alguma forma." Recentemente, o cantor lançou o seu single de estreia "Eu Te Falei", que já está disponível nas principais plataformas digitais de música. 

Conversamos um pouco com o Caio para saber mais sobre esta nova fase de sua vida. Confira!

Acesso Cultural: Como é a sensação e quais são suas expectativas ao estrear no POP num momento tão aquecido?

Caio Lira: Minha expectativa é fazer o que eu amo e transmitir a minha verdade através das letras. Que isso de alguma forma gere identificação e leve algo positivo pra alguém!

AC: Além do seu single "Eu Te Falei", o que mais tem ouvido nos últimos tempos?

CL: Tenho ouvido muito Troye Sivan, o novo álbum do Shawn Mendes e Sigrid. Entre as produções brasileiras, tenho ouvido muito as novidades da Iza e do Jão.



AC: Como foi todo o trabalho de produção de "Eu Te Falei"? Conte um pouco mais pra nós!

CL: Trabalhei com pessoas incríveis do meu lado para produzir a música e o clipe. Dirigi praticamente tudo, então foi um processo bem cansativo mas muito prazeroso. Muitas horas pensando em cada arranjo da música e em cada take do vídeo pra no final poder sorrir orgulhoso e compartilhar tudo com muita satisfação.

Foto: Divulgação

AC: Qual sua opinião sobre, nos dias de hoje, fazer trabalhos musicais assim, com uma mensagem a ser passada, na forma de lutar para algo através da música?

CL: Acho essencial enxergar a música desta forma. Com propósito! Fico feliz que existam compositores sem medo da vulnerabilidade e enxergá-los compartilhando experiências e reflexões que exerçam um impacto positivo na vida das pessoas.
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário