Entrevista com Klara Castanho - Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento
News
Loading...

Entrevista com Klara Castanho

Por colaboradora Anyelle Alves

Klara Castanho é atriz e está presente nas telas brasileiras desde 2006. Atualmente com 17 anos tem muitos planos para o futuro na profissão. Mesmo com pouca idade tem um currículo que envolve televisão, cinema e teatro, além de diversos prêmios por esses papeis.

Foto: Divulgação

A atriz ficou conhecida por seu papel em “Viver a Vida”, quando ainda era criança e desde então cultiva essa paixão por atuar. Confira abaixo a opinião da Klara sobre sua vida como atriz e dos desafios que teve de enfrentar para chegar onde está no momento.

Acesso Cultural: Klara, como foi para você começar a atuar tão cedo?

Klara Castanho: Eu costumo dizer que não conheço outra vida. Eu amo o que eu faço, então independente da idade, eu sempre estava feliz fazendo isso.

AC: Como é para você ter que enfrentar uma rotina como atriz e conciliar com os estudos, família, amigos, entre outros tópicos mais básicos?

KC: Sempre foi super tranquilo, porque quando eu era mais nova, todos os meus trabalhos já priorizavam os estudos e essa vivência, e tudo era muito bem organizado. E agora, que
eu já não estudo mais, minha família me ajuda com data, eles vão pra onde eu estou, ou
se eu conseguir, eu volto a Santo André... Funciona bem!

AC: Com 17 anos você já possui muitos prêmios como atriz, como é para você ser reconhecida pelo seu trabalho mesmo tão jovem? Ser reconhecida atrapalha sua vida pessoal?

KC: Nãooo!!!! De nenhuma forma! Eu sou extremamente grata por todos eles, e por todo o
reconhecimento que eu recebo, mas sempre fui muito preparada em casa pra encarar
tudo isso, então isso jamais me dá um gás pra deslumbrar.

Foto: Arquivo Pessoal

AC: Atualmente temos muitas novelas focadas no público infanto-juvenil, com enredo que envolve crianças em diversos papeis. Você acredita que foi a pioneira no requisito vilã-mirim, com a novela Viver a Vida?

KC: É um pouco pretensão dizer que eu fui pioneira, até porque eu usava A Órfã como referência, mas sinto que a Rafa chamou atenção por ser uma novela em canal aberto.

AC: Migrando entre teatro, televisão, cinema e outros, você já fez diversos papeis, qual é o melhor meio desses para se trabalhar e por quê?

KC: É injusto eu dizer qual o melhor. Eu me sinto à vontade em aspectos diferentes nessas três “frentes”, mas minha casa é a TV, mesmo amando minhas experiências fora dela.

AC: Qual trabalho realizado por você até o momento é o seu favorito?

KC: Eu sempre costumo dizer que é o último, por ser o mais recente na minha cabeça, e na cabeça do público, mas todas as minhas personagens agregaram igualmente na minha
vida.

AC: Mesmo sendo jovem e com uma carreira ainda pela frente, quais são seus projetos para o futuro?

KC: Que eu já possa contar, o filme “O Tudo Por um PopStar”, que agora tem data de estreia pra outubro, e mais dois projetos maravilhosos que por enquanto eu não posso
divulgar!
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário