Conheça o Templo Zu Lai - Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento
News
Loading...

Conheça o Templo Zu Lai

Por Leina Mara

Situado em Cotia, na região metropolitana de São Paulo, o Templo Zu Lai é o primeiro Templo do Monastério Fo Guang Shan na América Latina. Seguindo uma filosofia budista, o local é um dos pontos turísticos mais procurados pelo público. Se ainda não conhece, listamos aqui 5 razões para você visitá-lo  imediatamente.

Foto: Reprodução / Internet

Tranquilidade 
Se você está cansado da vida estressante e do frenesi da capital, o Templo Zu Lai é uma ótima dica para quem busca tranquilidade. Com mais de 10 mil metros quadrado de área construída, o local é repleto de área verde, com lindos jardins, trazendo uma energia de paz a quem visita e uma conexão imediata com a natureza. Para quem busca bons fluidos em sua vida, o visitante pode atirar uma moeda na fonte dos desejos, escrever o seu pedido em um papel e pendurar em uma árvore, ou acender incenso para seus antepassados. 

Foto: Reprodução / Internet

Meditação 
O Templo possui alguns ambientes propícios para a meditação. O principal é a Sala de Meditação, que só é aberta ao público nos horários de Meditação para quem for realizar a prática. Se você não segue a orientação budista, não tem problema. O local disponibiliza práticas de Tai Chi e meditação orientada para os interessados. Além de retiros de meditação de curta e longa duração. Inscrições podem ser feitas online acessando o site oficial do Templo Zu Lai. 

Foto: Reprodução / Internet

Conhecimento sobre o Budismo Humanista 
Orientado pelos preceitos do Budismo Humanista, o Templo procura propagar o Darma, desenvolvendo talentos, trazendo benefícios à sociedade e purificando corações e mentes através dos exemplos da vida de Buda e na natureza dos princípios praticados, seguindo quatro pilares: o cultural, o educacional, o das ações sociais e os das práticas religiosas. A quem se interessar saber mais, o Templo também oferece palestras, cursos e estudos sobre o budismo, além do Museu de Arte Budista. 

Foto: Reprodução / Internet

Agenda Cultural 
O Templo Zu Lai conta com uma intensa agenda cultural repleta de cerimônias com festividades o ano todo. As Cerimônias de Recitação Contemplativas, por exemplo, ocorrem algumas vezes em português e quando são realizadas em mandarim, é disponibilizado livretos com a tradução. Outros importantes momentos do calendário são a Celebração do Ano Novo e a Celebração do Vesak (Nascimento do Buda). Nesses dias ocorrem diversas atividades e o Templo recebe visitação intensa do público. 

Foto: Reprodução / Internet

Loja e Restaurante 
O Templo Zu Lai possui uma lojinha com artigos e livros budistas, além de cafeteria e restaurante com comida oriental vegetariana. Para a criançada, o local ainda disponibiliza um playground. 

Foto: Reprodução / Internet


Serviço: 
Templo Zu Lai 
Endereço: Estrada Fernando Nobre, 1461, Parque Rincão ( Acesso pelo Km 28,5, da Rodovia Raposo Tavares). 
Informações: 11 3500 3600 ou pelo site: www.templozulai.org.br 

Aberto à visitação:
Terça-feira à sexta-feira: das 12h às 17h.
Sábados, domingos e feriados: das 9h30 às 17h.
Segundas-feiras: Fechado (mesmo se feriado).

Entrada e estacionamento são gratuitos.

Cafeteria 
De terça a sexta das 12h às 17h
Sábados, domingos e feriados das 10h às 17h
Yakissoba, lanches e salgados vegetarianos, doces, café, chás, sucos e água. 

Refeitório
Aberto somente aos sábados, domingos e feriados das 12h às 14h30.
Buffet livre com pratos quentes e frios. Valor de contribuição:
R$ 30,00 (adultos) e R$ 22,00 (crianças entre 2 e 8 anos.

Playground
Ao lado do Refeitório.


REGRAS DE CONDUTA EM TODAS AS DEPENDÊNCIAS DO TEMPLO:

Não é permitido trazer quaisquer bebidas e alimentos para o interior do templo, logo, também não são autorizados piqueniques;

Não trazer animais de estimação;

Não vir com roupas inadequadas (decotes, regatas, bermudas e shorts);

Não fotografar nem filmar atividades e interior das salas sem autorização prévia;

Não fumar absolutamente em nenhum local do templo;

Não pegar nada que não tenha sido oferecido;

Não assumir posturas inadequadas nas dependências (deitar pelo pátio, debruçar-se nas muretas, estátuas e etc.);

Não manifestar contatos íntimos (beijos, abraços, carícias e etc.);

Não fazer barulho e evitar aglomeração na porta da Sala de Cerimônias (Sala do Grande Herói) para não perturbar a concentração e o momento de oração dos praticantes.
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário