Entrevista: Gaby Amarantos e Gloria Groove - Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento
News
Loading...

Entrevista: Gaby Amarantos e Gloria Groove

Por Andréia Bueno

Ela é irreverente, inovadora e empoderada. Estamos falando de Gaby Amarantos, que chega a São Paulo com show especial ao lado de sua banda 100% feminina. É nesta sexta-feira (21), no Shell Open Air, logo após a apresentação do musical “Mamma Mia 2”, que a cantora recebe o publico com um grande espetáculo.

Foto: Divulgação

No repertório, um setlist escolhido especialmente para a ocasião, que incluem os grandes sucessos da artista, músicas da década de 80 e muito mais. Para abrilhantar ainda mais essa festa, Preta Gil e Gloria Groove reforçam o time de estrelas, cantando sucessos que não deixam ninguém parado.

Após o lançamento do hit “Sou + eu”, que fala sobre auto aceitação e o empoderamento feminino e de outras minorias que sofrem com preconceitos, a paraense decidiu mudar o seu formato de apresentação. A reformulação começou com sua banda, onde todas as integrantes são mulheres. Por trás dos palcos, agora, sua equipe técnica possui mais pessoas do sexo feminino do que masculino. “Eu quis colocar mulheres em cargos que, normalmente, são ocupados por homens. Elas são fortes e tão capazes quanto eles, então eu quis dar oportunidade. Às vezes não imaginamos mulheres em algumas posições, mas só falta uma oportunidade para elas mostrarem o que sabem fazer e o potencial que possuem”, explica a artista. 

Conversamos com Gaby que revelou curiosidades de sua carreira e da apresentação que acontecerá hoje a noite durante o Shell Open Air. Confira!

Acesso Cultural : Como surgiu o convite e qual a expectativa de se apresentar no Shell Open Air? O que os fãs poderão aguardar para a noite desta sexta-feira?

Gaby Amarantos: Será uma noite bem animada. Minha expectativa é de muita dança. Vai ser uma noite memorável e eu vou cantar com gente que eu amo. Tenho certeza que o público estará em êxtase e a minha expectativa é de levar muita alegria para as pessoas.

AC: Como foi o processo de escolha dos convidados como Gloria Groove e Preta Gil?

GA: Bom, estou dividindo o palco com a Preta e a Gloria porque a gente está num momento muito especial que é falar de representatividade e diversidade. Então, são artistas diferentes mas que por uma causa musical se unem e é uma causa de alegria, de festa e de brilho, eu acho que isso nos une. Essa coisa da gente ser mulher, de ter o feminino na gente mas de ter esse feminino que é da festa, da alegria, do brilho, desse espírito ABBA de ser, então é isso, diversidade no palco.



AC: Por falar em música,  qual o top 5 de hits que toca na playlist da Gaby Amarantos?

GA: Meu top de 5 hits que toca na minha playlist é uma parada que fica sempre variando porque eu gosto de ficar trocando os hits. Eu posso dizer que essa semana, em especial, eu posso listar com certeza, Mamma Mia, Dancing Queen e Gimme! Gimme! Gimme! como três hits do ABBA que estou ouvindo muito por conta do show, por conta de entrar no espírito desse show. Sempre tenho Beyoncé na minha playlist, então eu posso nomear uma música dela que me traz muito para este espirito também, que é "Crazy In Love" , eu acho que é uma parada dela que tem muito a ver com essa época. E Cher. Ela é uma cantora que acabou de lançar uma música nova com clipe falando de sororidade, de mulheres juntas, então estou ouvindo muito esse novo lançamento dela. Cher também está sempre na minha playlist, porque ela também conversa muito com esse universo.

Foto: Divulgação

Além de Gaby, hoje a noite teremos Preta Gil e uma das maiores drag queens da atualidade, Gloria Groove que abriu o coração para nós do AC e falou sobre sua carreira e sobre a participação no show de duas divas do mundo LGBTQ+. Confira:

AC: você é tida como a artista com melhor voz no que diz respeito as drag queens no Brasil. Antes de se montar, você já cantava. Como você se descobriu e como foi esta transição para drag?

Gloria Groove: Eu já conhecia a arte drag meio que “de longe” por acompanhar no YouTube algumas drags nacionais e outras bichas gringas que faziam make. Mas a iniciativa mesmo só veio no final de 2014, através do meu contato com o teatro musical e também a febre de RuPaul’s Drag Race entre as gays aqui no Brasil. Por ter a música presente na minha vida desde cedo, uma vez que desenvolvi fascínio por ser drag queen, sempre soube que seria uma drag cantora.

AC: E por falar em carreira, existe algo que você almeja realizar e que ainda não se concretizou?

GG: Com certeza! Tenho muitos sonhos a serem realizados. Como o de ser um músico formado teoricamente, saber pelo menos mais 2 idiomas, ter uma carreira internacional e consolidada, fazer shows em estádios... São tantos!

AC: Depois de Léo Santana, Pabllo Vittar e Aretuza Lovi, podemos esperar um feat com Gaby Amarantos e Preta Gil?

GG: Gaby e Preta são irmãs de alma com quem eu trabalharia até de olhos fechados! Referenciais pra mim não somente como artistas, mas também enquanto ativistas do corpo, da vida de minorias que ainda são invisibilizadas e marginalizadas... Tenho orgulho de ser fã e ainda ter o privilégio de ter conquistado o respeito e a parceria de cantoras icônicas como elas.


Após a exibição do musical “Mamma Mia 2”, o gingado paraense e a potência vocal de Gaby Amarantos entram em cena, com músicas de seu repertório e hits da banda ABBA. Para abrilhantar ainda mais essa festa, Preta Gil e Gloria Groove vem com tudo, cantando sucessos que não deixam ninguém parado. 

Show da nossa Super Tela e no palco do Shell Open air! Para maiores informações, acesse: http://openairbrasil.com.br/
Share on Google Plus

0 comentários :

Postar um comentário